Nutrição versus mídia

Nutrição versus mídia

Última atualização em 11/05/2021, 08:07h por A Trombeta

Por Flávia Borgonovi*

Nutrição: Nutrimento; ação de nutrir, de se alimentar ou de se providenciar alimentos.

É possível observar atualmente uma forte tendência por busca de conceitos e padrões de belezas. A demanda de ofertas de alimentos milagrosos, produtos que derretem  gorduras e  dietas da moda esta cada dia mais evidente, e o fácil acesso a internet acabam tornando esses assuntos mais populares.

Essa semana me deparei com um post de uma “blogueira”, “musa fitness”, “coach”, não sei exatamente o titulo que a individua  usa. A questão é: a própria fez um jejum de sete dias e mostrou o resultado de uma barriga chapada e plena após ficar sete dias sem ingerir nenhum nutriente, apenas agua.  Aí eu te pergunto: Uma pessoa que tem mais de 6 milhões de seguidores pode influenciar no comportamento alimentar de alguém?  Pode!

O que poderá causar após essas loucuras nunca serão publicadas, não haverá “likes ou curtidas”, não “ganha seguidores”, não será “influencer”,  afinal  o que é feio não dá ibope.

Inúmeras imagens de corpos suados, com músculos esculpidos e sem vestígios de gorduras são exibidas diariamente e a busca pelo “corpo perfeito” esta se tornando cada vez mais evidente nas redes sociais. Infelizmente se vendem imagem, e acreditem, nem tudo que se vê, é! Como diz a musica: “o golpe tá aí: cai quem quer…”.

 O problema é tão sério que atrás desses posts existem pessoas sendo influenciadas e desenvolvendo doenças, entre elas  distúrbios físicos e psicológicos (depressão, síndrome metabólica, queda de cabelo, enfraquecimento de ossos, envelhecimento precoce), causando um efeito rebote, e até mesmo uma compulsão alimentar.  Um exemplo: Pergunte para alguém que está em  uso de sondas nasogástricas qual seu maior desejo?

Na nutrição  existem sim estratégias nutricionais para o emagrecimento,  desde que seja acompanhado por um profissional. É preciso ter equilíbrio, saber fazer escolhas, nem de mais, nem de menos, apenas o ideal que garanta que seu organismo esteja recebendo todos os nutrientes que ele precisa.

Se alimentar é um privilegio, o simples fato de nutrir, é cuidar da sua saúde, é cuidar da vida.

Se cuidem!

*Flávia Borgonovi é nutricionista e especialista em nutrição esportiva

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *