Araraquara entra em lockdown após constatar novas variantes da Covid19

Araraquara entra em lockdown após constatar novas variantes da Covid19

Última atualização em 13/02/2021, 11:29h por A Trombeta

Devido a constatação da circulação de novas variantes do novo coronavirus o município de Araraquara entra em lockdown. A identificação ocorreu ontem (12/02) e o prefeito  Edinho Silva assinou um novo decreto com medidas de endurecimento do isolamento. 

Segundo o Decreto Nº 12.485, a partir de segunda-feira (15/02), será proibida a circulação na cidade sem a devida justificativa e tem validade por 15 dias.

O documento também ajusta o período máximo de funcionamento dos serviços considerados essenciais, que poderão atender presencialmente até às 20 horas, tais como supermercados, hipermercados, açougues, padarias, feiras livres e cerealistas. 

Postos de combustíveis podem funcionar exclusivamente até às 19 horas, de segunda a sábado, proibindo o atendimento presencial nas lojas de conveniência. 

Permitidos até então, as atividades de construção civil, bem como lojas de tintas e de materiais de construção passam a ser proibidas de funcionar. 

Bares e restaurantes somente poderão realizar atendimento por delivery ou drive-thru  para estabelecimentos que tenham estrutura para atender sem sair do carro.  

Proibido atendimentos presenciais
– “shopping center”, galerias e estabelecimentos congêneres;
– comércio e serviços em geral;
– bares e restaurantes;
– salões de beleza e barbearias;
– academias de esportes de todas as modalidades, centros de ginásticas e estabelecimentos congêneres; VI educação complementar não regulada;
– eventos, convenções e atividades culturais;
– atividades de construção civil, incluídas as lojas de tintas e de materiais para construção. 

Hospitais e farmácias
Os hospitais, clínicas, farmácias, lavanderias, serviços de limpeza e postos de combustível que compõem a rede de abastecimento dos serviços públicos municipais, estaduais e federais localizados no Município, bem como da Polícia Militar, poderão funcionar para além da limitação horária imposta de 20 horas. 

Indústria
A partir de segunda-feira também muda o funcionamento de indústrias na cidade, desde que respeitado distanciamento de três metros de um funcionário para outro. 

Além disso, há preocupação com o transporte dos trabalhadores, que passa a ser limitado a 30% da capacidade do veículo. 

Bancos
Atividades de atendimento ao público ou de autoatendimento em agências bancárias, cooperativas de crédito ou estabelecimentos congêneres, mediante a observância de filas com espaçamento de três metros entre as pessoas, com obrigação de manutenção, pelo estabelecimento, de empregado ou segurança durante toda a duração do atendimento ou do autoatendimento. 

Os estabelecimentos também devem desinfetar totalmente as dependências antes da abertura e após o fechamento das atividades diárias, bem como da manutenção de fluxos constantes de desinfecção durante o horário de atendimento presencial ao público. 

Além disso, é preciso instalar, em como todos os seus pontos de entrada, tapete sanitizante para desinfecção de calçados e aferir a temperatura corporal por termômetro clínico sem contato, previamente ao ingresso no estabelecimento, de todas as pessoas, inclusive dos empregados do estabelecimento e dos respectivos prestadores de serviços. 

Segue sendo obrigatório disponibilizar álcool gel a 70%, ou produto higienizador similar, para o uso por parte dos consumidores, dos funcionários e dos prestadores de serviços do estabelecimento; e seguir os protocolos sanitários setoriais e intersetoriais do “Plano São Paulo”, instituído por meio do Decreto nº 64.994, de 28 de maio de 2020, do Governador do Estado de São Paulo.

Fonte: A Cidade On Imagem: Google Street View

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *