Bairros de Fernando Prestes ficam as escuras novamente; moradores reclamam

Bairros de Fernando Prestes ficam as escuras novamente; moradores reclamam

Última atualização em 16/11/2021, 15h58min por A Trombeta

Novamente os bairros Villa Carlin e Jardim Luchetti II ficaram sem energia elétrica em Fernando Prestes na noite de ontem, 15/10. A interrupção é pontual e sistemática nos bairros que “apagam” com a aproximação de chuvas e ventanias.

Fatos semelhantes aconteceram em 26/09 e 03/10, quando os moradores ficaram por várias horas sem energia elétrica. O pior apagão foi em 03/10 que começou no fim da tarde e a energia só foi reestabelecida pela CPFL por volta das 8h da manhã seguinte.

No dia 03/10 A Trombeta fez contato com a CPFL via assessoria de imprensa solicitando algumas informações sobre os apagões em Fernando Prestes conforme segue:

“Em dom., 3 de out. de 2021 às 17:31, JORNAL A TROMBETA <saul@jornalatrombeta.com.br> escreveu:
Diante disso solicito algumas informações:

1 – Há alguma estratégia para melhorar a qualidade dos serviços prestados em Fernando Prestes e em especial nos bairros mencionados?

2 – Porque ocorre tanta queda no fornecimento de energia?

3 – Porque a demora no reestabelecimento?

Aguardo uma posição. (Deadline 8h de 04/10/2021)

Obrigado.”

Logo em seguida, no início da noite daquele domingo o A Trombeta obteve retorno do e-mail e solicitavam mais tempo e dados adicionais, como códigos de consumidores que estavam sem energia. O prazo foi estendido e dados de usuários, sob autorização, foram encaminhados à CPFL. No entanto o retorno com só veio em 12/10 após novo e-mail reiterando as solicitações feitas inicialmente.

A resposta da CPFL foi:

“Boa tarde…Segue posicionamento: A CPFL Paulista informa que investe constantemente em obras de melhoria e ampliação do sistema elétrico de Fernando Prestes para garantir a qualidade do fornecimento de energia aos clientes. Apenas nos primeiros seis meses de 2021, foram investidos mais de R$ 540 mil em manutenção e melhoria do sistema, projetos especiais e atendimento ao cliente na cidade.

Muitas das ocorrências de falta de energia são pontuais e afetam apenas parte de bairros ou ruas da cidade. A companhia esclarece, no entanto, que a qualidade do fornecimento de energia está sujeita a fatores que vão além da responsabilidade da distribuidora como, por exemplo, tempestades, colisão de veículos contra postes, interferência de pipas na rede, vandalismo, furto de materiais etc. Foi o caso das fortes chuvas que atingiram a região no último dia 3 de outubro. As redes de distribuição de energia são projetadas para suportar condições normais de operação (incluindo chuvas). Mas alguns eventos de intensidade atípica, como a queda de árvores, podem exceder a resistência dos equipamentos, causando interrupções. Nos casos apontados pela reportagem, a energia foi restabelecida. Att. (assinatura da assessora)”

Resposta um tanto evasiva quanto aos casos concretos dos bairros Jardim Villa Carlin e Jardim Luchetti II.

Moradores indignados

As redes sociais abrigaram muitas manifestações de repúdio por parte de moradores dos bairros ao descaso da CPFL pela interrupção da energia elétrica e também pela demora no reestabelecimento do serviço.

Giseli Lunardelli, moradora no Jardim Villa Carlin,  disse que reclamou todas as vezes que houve interrupção de energia e entende que a CPFL deveria cumprir com seu papel em fornecer serviço de boa qualidade.

Em seu perfil no Facebook o morador do Jardim Villa Carlin, Ronie Gomes comenta que as faltas de energia nos bairros já mencionados são problemas que ocorrem aqui em Fernando Prestes e que necessita de reparos.

“Esta situação vem ocorrendo com frequência e causando danos aos moradores dos bairros, aproximadamente 300 famílias ou mais, entre idosos, crianças, trabalhadores, comerciantes, prestadores de serviços remotos, estudantes, etc. e que providências devem ser tomadas em regime de urgência, ainda porque é manutenção interna e não externa, podendo assim acabar com esse transtorno aos moradores dos bairros.” concluiu sua postagem que possui diversas fotos feitas em 03/10.

Alex dos Santos, também morador do Jardim Villa Carlin, reclama que falta energia toda vez que venta, mas salienta que nos dias 26/09, 03/10 e ontem 15/10 “foi incomum pois o retorno da energia demorou muito e acho isso uma falha grave da CPFL”, concluiu.

O comerciante Wilson Gomes Silva, dono de um trailer, situado nas imediações do Lago Municipal, que é provido pela energia do bairro Jardim Villa Carlin, disse que está tendo prejuízo em seu estabelecimento. “Os clientes não estão vindo por estar tudo escuro e também os preparos dos lanches precisam ser substituídos por falta de refrigeração”, lamentou Wilson.

Ellen Telles, moradora no Jardim Luchetti II, disse que a energia no bairro é muito instável e o que mais a deixa indignada é que até mesmo para reclamar para a CPFL é uma burocracia enorme. “A gente tem a sensação de abandono por todos”, lamentou.

Ação contra a CPFL

No site oficial da Prefeitura Municipal de Fernando Prestes há uma nota  de esclarecimento, sobre uma ação que a municipalidade está movendo contra a CPFL, em detrimento as quedas constantes de energia ajuizada em 03 de maio de 2021 sob número 1001367-96.2021.8.26.0619 e está tramitando na 4ª Vara Cível.  A nota diz  que, “inicialmente foi concedida pelo Poder  Judiciário a tutela de urgência (liminar) para que se resolvesse  o problema em 30 dias com multa diária de 10 mil reais pelo descumprimento do julgado. Mas após recurso da CPFL foi derrubada a tutela de urgência em reparar as falhas apontadas, devendo aguardar o julgamento do Processo”.

A nota é finalizada com um repúdio “com a falta de qualidade no fornecimento de energia elétrica e tem se empenhado em resolver o problema, infelizmente a Justiça é lenta, estamos à disposição dos munícipes para quaisquer esclarecimentos”.

Não consta na nota a data da publicação no site oficial do município e também nenhuma menção as interrupções dos dias 26/09, 03/10 e 15/10.

Foto: Ronie Gomes – Vista de sua residência no bairro Jardim Villa Carlin para o centro da cidade iluminado

Compartilhar

3 pensamentos “Bairros de Fernando Prestes ficam as escuras novamente; moradores reclamam

  1. Quando causa a queda de energia são causado por temperatura muito elevado e causa ventos exorbitante e provavelmente provocando a queda de energia assim demora um pouco para serem restabelecidas

  2. Sob apagão da vila Carlin,,Vamos lá..
    Tá vergonhoso toda vez que chove ou venta,, da queda de energia.
    Tá aí o plobrema ” CPFL ” DEMORA UMA ETERNIDADE PRA RELIGAR …
    só Deus na causa viu,, cabe as autoridades de Fernando prestes tomar uma providência…

  3. A meu ver, este problema com a energia elétrica somente se resolverá quando houver mobilização dos poderes executivos e judiciários dos municípios afetados. Monte Alto também tem recorrentes problemas com falta de energia. Zona rural mais ainda é afetada. Se houver união dos municípios e fazer valer multas à CPFL haverá ação. Do contrário continuará o que vemos há anos. Mesmo a justiça que concede antecipação de tutela com multa numa instância e cassa na outra. Estas empresas se mobilizam quando é afetado o resultado financeiro delas, infelizmente, o atendimento ao cliente não é o foco deles. Fica o convite à comunidade política dos municípios a se unirem nesta causa. Algum vereador de Fernando Prestes ou Monte Alto se voluntaria a fazer isto? Tenho certeza que os munícipes ficaram lisonjeados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.